Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Só mesmo um poema

É... não tenho muito a dizer, como já falei aqui mesmo sou passional. A paixão me move muito, vivo de amores e deles vêm minhas maiores inspirações. Aqui apresento então a última poesia que escrevi, para mais um amor que não deu certo, mas como dizem as decepção não mata, nos deixa mais forte e nos ensina. Espero um dia ter isso como verdade... abaixo o poema para todos vocês e espero que sintam a emoção que senti ao escreve-lo.
Encontro com a ilusão (Delduque Avelino)No meio do caminho te encontreiExatamente como sonheiDe você me aproximeiConheci e mais ainda me encanteiOs mais belos momentos de amor passeiE te convideiVocê hesitouLogo despedaçou meu coraçãoQue já estava traçandoO caminho da nossa paixãoMas você disse nãoDesejar você, entãoFoi pura ilusãoMas a vida é assimEnquanto eu queria vocêVocê se quer olhou pra mimA ilusão chegou ao fimNão queria que fosse assimPor você era até bom me iludirMas você decidiu por mimE ficamos por aquiVol

I AM

Imagem
Sou passional e intenso demais, isto é fato e não nego. Não sei fingir, quando eu gosto, gosto. Mas se estou com raiva ou não quero agradar principalmente a quem não tenho intimidade, não serei a pessoa mais doce do mundo. Sou educado, mas não faço cerimônias. Não escondo meus sentimentos, se quero chorar, choro mesmo. Ainda acredito no ser humano, sou ingênuo, quando se fala de sentimentos. Já sofri muito, já me fizeram mal, entretanto faço questão de esquecer o mal que me fazem e algumas vezes, convivo como se não tivesse acontecido. Não sei controlar meus sentimentos, muito menos parar meus pensamentos. Não sei fazer joguinhos, nem vestir máscaras. Sou sonhador, romântico e não quero perder isso. Vivo me apaixonando diversas vezes. Tantas pessoas já me decepcionaram. Já pensei que morreria porque um amor acabou, uma amizade chegou ao fim, mas sobrevivi. Sinto saudades e trago em mim, uma profunda tristeza sem explicação. Já perdi tanto tempo sofrendo, que pensei que minhas lágrimas…

O que eu tinha a lhe dizer...

Você não atende minhas ligações, não responde minhas mensagens. Queria saber onde errei, já até sei que me adiantei, declarei coisas que tinha que ter esperado um pouco mais. Mas pergunto, qual é problema em dizer te amo?! Queria muito saber o que mudou em dois dias, fiz planos, sonhei, imaginei em futuro junto, mas você em uma tarde acabou com tudo. Definitivamente, você foi a gota d' água, mais uma desilusão em meu currículo amoroso. Nem sei mais se devo pensar em amor, é isso que dá se apaixonar porque quem mal conhece. Chego a conclusão que essa ilusão de pessoa certa, é pura furada. Você conseguiu não te procuro mais, não ligo, tanto faz se você existe ou não. Estou sofrendo sim, meu coração está doendo e já estou até descrente do ser humano, mas - demorei - já percebi que quando um não quer, não adianta, não dá para ficar.
Por que você não atende as minhas ligações?
Sei que você tem lá suas razões
Olho milhões de vezes sua foto
Me pergunto em que ponto perdemos o foco

Por quê vo…

Crônica de reflexão

Minha última semana não foi das melhores, mas acabo de perceber que quando estamos tristes, Deus nos mostra, que a falta de um dinheiro, ou um amor não encontrado, não são nada diante dos problemas que acontecem no mundo.
Nos dias de final de ano, enquanto muitos estavam se preparando, uns iam pra praia, outros preparando a ceia, outras em salão, enfim, em Angra dos Reis muitos choravam a perda de parentes e pessoas queridas. Pra todos dali, não era um feliz ano novo. E agora, mais recente, um terremoto em um dos países mais pobres - Haiti - matou milhares de pessoas. Quantos pais viram seus filhos mortos e vice versa.
Ou seja, você e eu temos problemas!? Nenhum!! Temos que levantar as mãos para o céu (como canta Paula Toller) e agradecer a cada dia que estamos vivos, tudo que temos, mesmo que não seja tudo que sonhamos. Afinal, não fomos vítimas da chuva, do tremor, porém todos os dias lidamos com situações caóticas, como bala perdida, assalto, ou até mesmo, problemas de saúde, talve…

Meu momento

Até quando viverei breves momentos de felicidade?! E aguentarei os dissabores da vida adulta?! Até quando conseguirei ver os absurdos do mundo?! Até quando sobreviverei?!Cada dia uma nova tristeza, uma nova decepção, que vontade de gritar, suplicar ajuda, mas não dá, afinal os meus problemas são só meus e de ninguém mais. Um dia eu li que cada um só tem aquilo, que pode carregar, então hoje eu sou a pessoa mais forte do mundo. Cresci ouvindo uma rainha dizer na televisão que “querer é poder”. E hoje penso: “Será mesmo?!”.Tanta coisa que quero e desejo e não consigo realizar. Sinto que devemos aceitar o que a vida nos dá e abandonar nos sonhos, será que assim dará pra ser feliz?! Queria tanto acreditar que tudo mudará e que os dias futuramente serão melhores, que as lágrimas que caíram serão de emoção. Tanta cobrança, tanta pressão, tantas coisas que faço em vão. Mas seguirei vivendo, tentando vencer um dia após o outro. Afinal, quem sou eu pra mudar o curso do destino?!"Os dias r…

Crônica própria

Quem é que nunca teve um Marcelo, um Felipe, um Ricardo, um Júlio ou um Alexandre na vida? Tudo bem, pode ser uma Juliana, uma Ana, uma Patrícia ou uma Aline... Mas chega uma hora que cansa!Cansa na hora que você percebe que ter dez pessoas ao mesmo tempo é o mesmo que não ter nenhuma, e ter apenas uma, é o mesmo que possuir dez ao mesmo tempo! A “fila” anda, a coleção de “figurinhas” cresce, a conta de telefone é sempre altíssima. Mas e aí? O que isso te acrescenta? Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala, não despenca logo na sua vida???Se o tal “amor” é impontual e imprevisível que se dane!Não adianta: as pessoas são impacientes! São e sempre vão ser! Tem gente que diz que não é... “Eu não sou ansioso, as coisas acontecem quando tem que acontecer”. É mentira!!Por dentro todo ser humano é igual: impaciente, sonhador, iludido... Jura de pé junt…

Reflexão de início de ano...

Já perdoei erros quase imperdoáveis (sempre perdoou), tentei substituir pessoas insubstituíveis e "esquecer pessoas inesquecíveis” (graças a Deus esqueci algumas). Já fiz coisas por impulso (diversas vezes). Já me decepcionei com pessoas quando nunca pensei me decepcionar (e não foi uma única vez), mas também decepcionei alguém. Já abracei pra proteger, já dei risada quando não podia, já fiz amigos eternos. Já amei (até demais) e fui amado, mas também já fui rejeitado (inúmeras vezes), já fui amado e não soube amar. Já gritei e pulei de tanta felicidade. Já vivi de amor e fiz juras eternas, mas "quebrei a cara" muitas vezes (muitas mesmo)!Já chorei ouvindo música (quase todo dia) e vendo fotos, já liguei só pra escutar uma voz (todos já fizeram isso), já me apaixonei por um sorriso, já pensei que fosse morrer de tanta saudade, tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo)! Mas sobrevivi (?!)! E ainda vivo (?!)! Não passo pela vida (deixo minha marca aonde vou)…