Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Devaneio em forma de poesia

Imagem
Não sei se é do conhecimento de todos que me conhecem, mas eu escrevo. As palavras vem a mim naturalmente, são pensameentos, devaneios que me fazem companhia. A relação entre a caneta e o papel, para mim, é cativante. Posso intitular cada texto, seja poema ou prosa, como "meu momento", pois são verdades próprias.E hoje vou dividir com vocês, meus leitores, um desses meus poemas.
O tudo e o nada (Delduque Avelino)
As tristes lembranças insistem em me atormentar Fazem minhas lágrimas brotar Como eu sinto sua falta Peço a Deus todos os dias pra estar contigo de novo O que posso fazer?! Se errei foi por amor Amor a você Na verdade todos os erros cometidos Na loucura da paixão Também são culpa sua Que sempre me usou Sempre me fe z ter esperança E acreditar que um dia Iria me fazer feliz Como se faz a uma criança Porém tudo foi surreal Senti por ti um amor sem igual Mas enquanto pra mim você era tudo Pra você eu era um nada Mesmo assim ainda penso em você Porque independente de qualquer coisa Eu amo tan…

Vida Nova

É mais um ano se passou...
Ontem completei meus 23 anos e hoje parei para pensar no que mudou em um ano. Estou com certeza mais maduro, e mais preparado para as dores do mundo. Embora ainda sofra e chore bastante. Mas posso afirmar que "já aprendi viver sozinho!" Se isso é bom, ainda nao sei... Tenho saudades da época em que todos eram meus amigos, todos gostavam de mim. Na verdade não tenho não, pois na época citada eu forçava a presença de ser legal, não era eu. Acreditava que sendo engraçado, legal, fazia de mim a pessoa mais querida da turma. Mas não é bem assim. Hoje tenho menos amigos, não namoro, mas estou feliz. Acabo de concluir minha faculdade, que é a realização de um sonho. Estou bem comigo mesmo. Posso não ter, ainda, conquistado tudo que quero, mas tenho força pra nunca desistir de meus objetivos. E a vida continua... assim vou vivendo mais um, dois, três... vários anos!!!
Até a próxima...

Dia triste

Imagem
"Porque essa tristeza em meio peito!?" é o que me pergunto agora... Hoje foi um dia super triste, afinal sou solteiro, e hoje é o dia dos namorados. Por mais que eu diga que não me importo, que é apenas uma data comercial e etc; sei que no fundo é mentira. Sempre paro pra pensar porque será que todos os anos estou só nessa data!? Se inicia uma nova história, dura até abril, maio, porém em junho nada mais existe, parece até que tem prazo de validade... E por mais que não queira sempre repenso nas histórias passadas, pois questiono por será que não foi infinito, porque será que não foi ele!? Diego, Daniel, Pedro, Marcelo.... entre outros.... em tantos acreditei que era a pessoa certa, pensei que ia ser meu eterno amor, mas não foi.... todos passaram, deixaram marcas (boas e ruins) e saudades.... Só me resta esperar o próximo e repeti o mesmo dia.... os mesmos pensamentos...
"Não tenho medo de querer mais
ao que ser quer, correr atrás
seja o que for, vou propor
Dê amor

Não tenho m…

Coisas que aprendi...

Imagem
Que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isto. Que falar pode aliviar dores emocionais. Que levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la. Aprendi que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. Que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pela vida inteira. Que o que importa não é o que você tem na vida, mas Quem você tem na vida. Aprendi que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam. Que as pessoas com quem você mais se importa na vida, são tomadas de você muito depressa. Aprendi que devemos deixar sempre as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos. Que as circunstâncias e o ambiente têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Que não devemos nos comparar com os outros, mas com o melhor que podemos fazer. Que não importa até onde já cheguei, mas para onde estou …

Poeminha

Oi...
Hoje não estou muito bem, carrego uma tristeza em meu pobre coração. Porém tive muita vontade de vim até aqui... como não sei o que escrever... vou postar um lindo poema - que hoje já me fez chorar - que é de uma das minhas cantoras preferidas... Ana Carolina, que está em seu dvd Dois Quartos - Ao vivo...
"Você me diz que eu te olho profundamente. Desculpa. Tudo que vivi foi profundamente. Eu te ensinei quem sou e você foi me tirando os espaços entre os abraços, guarda-me apenas uma fresta. Eu que sempre fui livre,não importava o que os outros dissessem.Até onde posso ir para te resgatar?Reclama de mim, como se houvesse possibilidade.De eu me inventar de novo.Desculpa,desculpa se te olho profundamente, rente à pele. A ponto de ver seus ancestrais nos seus traços,A ponto de ver a estrada antes dos teus passos.Eu não vou separar minhas vitórias dos meus fracassos!Eu não vou renunciar a mim; nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser vibrante, errante, sujo, livre, quente.Eu quero …