Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Minha Morada

Quando te vi, já te quis. Achei que era com você que seria feliz! E acertei! O amor não era o nosso caminho, afinal ele não resiste, quando um só quer! Você não gosto de mim, mas era o que eu procurava. Sempre presente, me fazendo rir, consolando quando eu estava triste. E me deixando melhor ainda, quando estava feliz. Não esquece meus gostos, e é minha companhia constante. Amei-te muito e achei que nunca iria acabar! Era tão forte e não acabou, entretanto virou uma grande amizade. Você correspondeu minhas expectativas, me faz bem quando está perto. Mostrou seu jeito encantador de ser e hoje é uma das pessoas mais especiais em minha vida. Ainda te olho envergonhado e largo tudo pra te encontrar, mas só quero receber aquele abraço que me faz sentir-se querido. Nunca pensei te deixar de lado, mesmo quando me esnobou e, indiretamente, magoou. Simplesmente, porque, nunca vi os defeitos que viam em você. Adorei mais ainda, quando compartilhou suas histórias e problemas comigo. Adoro quando…

Eu e minhas mágoas

Sempre fico pensando e, apesar de muitos momentos ruins, não tenho vontade de reescrever minhas histórias. Tento me fazer de forte, vivo dizendo estar bem, quando não estou. Ninguém estende a mão, diante das minhas quedas, pois sabem que vou levantar, não é do meu feitio ficar lamentando no chão. Vivo querendo um abraço, um colo, porém não vivo suplicando. Não tenho medo de errar, de lutar por meus ideais, por isso vivo quebrando a cara. Saio abrindo as portas do mundo e vou. Vivo intensamente. Não sou provido de ausência de sentimentos. Mesmo com tantos tropeços, não fiquei mais frio, nem duro, insensível então, nem sei o que é ser assim. Tenho tentado me proteger para evitar machucados  desnecessários. Continuo aquela criança apavorada com o escuro e os bichos papões, entretanto o meu escuro não se resume a falta de luz e os bichos papões não são mais os monstros dos armários. Sigo sorrindo, vou me doando e me doendo, me entregando e me perdendo, me assustando e assustando, também, …