Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Talvez

A frase “não é você, sou eu” está prestes a ecoar em meus ouvidos mais uma vez, mas agora não vou deixar bater a depressão, a tristeza não entrará, quem sabe seja até bom. Cansei de amores pela metade, a insegurança alheia não me satisfaz. Não vou demonstrar a dor, fingirei que nada aconteceu. O sorriso meia boca não me contenta. Não me dou em pedaços, entrego até a alma para fazer o outro feliz, então quero que seja recíproco. Meios termos não mais me alimentam. Quero que seja por inteiro. Meu coração já está contido, deixarei a razão agir agora. O ruim só é arquivar a adoração que sinto por ti, é incabível não viver o que se senti. As coisas iam tão bem como nunca estiveram, uma sensação plena e inocente, até que de repente se desandaram de maneira impressionante. Mesmo que a intenção não tenha sido essa, porém me senti como um mero passatempo. Confesso até que a tristeza fez sua aparição, consumindo um pouco, tenho vontade de me trancar e nunca mais falar com ninguém, trocar confid…

Linha Tênue

Ontem em uma velha caixa no armário achei as cartas escritas, mas que nunca tive a quem endereçar. As lágrimas que rolam em minha face, é retrato da ausência que sinto. A dor aperta o peito, necessito de um abraço forte, do perfume que marca, de um sincero sorriso e ainda de um doce olhar. Tenho necessidade de amar, porém cada vez mais necessito em ser amado. Até tempos atrás eu dizia que amava pelos dois, hoje não. Não quero uma relação só por ter. Quero receber ligações inesperadas, mensagens apaixonadas, sentir o coração disparar com o vibrar do telefone, que percam tempo comigo, ser chamado por apelidinhos bobos. Que retribuía minhas doses – e dores – de amor. Quero bons momentos juntos, ficar contando os minutos para o próximo encontro, sentir saudade boba, tão boba que chega a doer. Ando tristonho pelos cantos, cabisbaixo, sem ânimo. Tenho estado meio recolhido, avesso a badalações. Não estou disponível para mais ficadas sem fundamentos. Não quero mais beijos molhados, arranhões…