Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Conselho sobre o amor de verdade

Se eu pudesse dar apenas um conselho a vocês seria: parem de endeusar o amor.  Demorei a perceber que não precisamos de um conto de fadas, até porque o amor é humano, com falhas e defeitos. Não acredito mais em felizes para sempre, até porque não sou nenhum mocinho de cinema, não quero uma relação igual Romeu e Julieta. Quero uma história real, cansei de enfeitar o amor e de achar que ele vai surgir no ápice igual de uma comédia romântica, que a gente vai ficar se olhando, enquanto Ed Sheeran canta. Quero um amor palpável, amor no sentindo bruto da palavra, pode até ser tranquilo igual cantou Cazuza, porque idas e vindas no amor, só dá certo em novela das nove.  Não tenho mais paciência para acreditar que não vai ter fim. Amor de verdade tem rotina, desavenças. Tem carinho e tempestade, momentos bons e ruins, companheirismo e solidão. Tem sexo com putaria e com amorzinho. Vai ter ciúmes, fazer as pazes, depois de uma briga. Abraço, cafuné e afins. Mas pare de acreditar cem por cento que…

As coisas que nunca te disse

Ontem me lembrei de você e de como queria te esquecer, mas ao tempo tinha medo disso, pois você é tão presente. Nunca te disse isso, porém desde o primeiro instante acreditei que era sorte ter te conhecido. Que o destino tinha me apresentado alguém com um sorriso bonito, um papo legal e que me fazia rir. Do mesmo signo, com gostos que complementam e com diferenças aceitáveis, me interessei fácil. Até que você disse que a gente precisava conversar. Conversamos. Ouvi você desabafar sobre o que vivia, a sua relação complicada, as escolhas e o amor que sentia. Não falamos de nós. Te pedi explicação, tentei entender, mesmo doendo. Nunca te disse que isso me machucava. Chorei em silêncio, chorei para o travesseiro, chorei ao ouvir Tiago Iorc na minha playlist.  É triste quando o amor não acontece. Eu encontrei descanso em você, mas não moradia. Podia parecer que não, mas eu desejava tanto você. Ficava esperando você tocar minha pele, de palhaçada me fazer cosquinhas, desmanchar com meu sorri…

Apenas um sonho

Sonhei com você esta noite. Acordei assustado te procurando. Despertei na madrugada, três horas da manhã, queria poder te ligar e dizer que a saudade bateu e deu vontade de te ver. Quer dizer, eu posso te ligar. Você não é um desconhecido, só não sei se devo.  Então fiquei olhando nossa foto e pensei em como seu sorriso ilumina o ambiente quando chega e como o seu humor consegue transformar qualquer segunda-feira chuvosa em um sábado de arco-íris. Você me encantou de repente e nem sei como dizer, existe uma linha tênue entre nós. Eu sempre quis me apaixonar por alguém que, ao abraçar, sentisse que não existe lugar melhor no mundo para estar. Alguém que se aloje em meus olhos, que me observe e que faça eu sentir saudades, antes mesmo de ir embora. Teu jeito combina com o meu, quero dividir contigo meus problemas e as consequências, os riscos e os segredos. Não esqueço o sorriso bobo que deu no último domingo quando a gente se viu. Tem um tempo que fico lembrando das nossas conversas, rev…