Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2016

Você ainda não é minha recompensa

Estava lendo uma crônica da Martha Medeiros em que ela disse: "Quem sabe o amor seja a recompensa por termos resolvido nossos problemas". Ou seja, você não é o meu presente. Acho até que não me apaixonei, apenas cismei. Lógico que fui pesquisar se o seu signo combinava com o meu e que, por diversas vezes, fui na sua janela do whatsapp e fiquei digitando. Mas aprendi na marra, depois de umas noites em claro e olhos inchados, era perda de tempo ficar te esperando. Cansei de lidar com suas inconstâncias, há dias que está um doce que nem mel e outros que está mais para um limão muito azedo. Não adianta eu querer estar ao seu lado, enquanto você está com um alguém qualquer na academia, na fila de um motel ou assistindo um episódio de Sense 8. Eu não precisava estar perto, para te sentir comigo. Não precisava te olhar, para achar lindo, mesmo com cara de sono. Você apareceu, fez o meu mundo girar e eu nem sei porquê. Eu criei nossa história, antes mesmo de vivê-la. Por isso, digo q…

Não quero mais

Não sou mais um adolescente com tempo para brincar com a vida. Portanto se gosta de joguinhos, frases nas estrelinhas, sinto muito, não vai rolar. Não tenho mais tempo para desperdiçar tentando. Não sou de meias palavras, nem falo meias verdades. Posso corar ao dizer que quero alguém, posso ficar tímido ao confessar meus desejos e até chorar relembrando uma saudade, entretanto guardar quaisquer coisas dentro de mim é impossível.

Teve um tempo que eu até acreditei que era melhor ter alguém por ter, mesmo sem o outro estar na mesma vibe. Porém chega uma hora que a gente perde o interesse. E isso não quer dizer que encontrei outro alguém ou que ocupei o espaço no coração, nada a ver. Só significa que cansei do desgaste, do excesso de tentar.

A espera não é uma escolha, simplesmente acontece. Acontece de a gente esperar tempo demais e acabar sentado no meio-fio solitário. Mais uma hora vai acontecer de alguém salvar a gente, salvar dessa espera. Por isso, se você vai salvar, então venha. …

Não foi dessa vez

Acreditei mesmo, que dessa vez seria diferente, de todas as outras. A nossa ligação foi instantânea, a intimidade cresceu sem rodeios e em pouco tempo parecia que você sempre esteve aqui. Com esse sorriso tão lindo e os olhos também. E olha eu que estava bem. Estava tranquilo, tinha acabado de construir com tijolinhos minha muralha de estimação, pronto para não deixar ninguém ultrapassá-la por um bom tempo. Só que você trouxe tudo de mais bonito, se instalou na playlist do meu celular e assim criou uma passagem secreta na minha muralha, e nessa ponte troquei segredos só com você.  Apesar das cicatrizes, das sombras do passado e de toda solidão, achou um canto esquecido no meu peito para se acomodar. E de repente, tudo começou a ficar bem ao seu lado. É isso que eu gosto em você. É chato, cabeça dura, teimoso, entretanto você vai do insuportável ao incrível, num estalar de dedos. Faz elogios, alegra meu dia e virou companhia, mesmo sem estar em todos os lugares. Até que achei que estava…