Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Valeu

"Tudo bem com você?". E assim começou nosso encontro! Estava ansioso, coração a mil, pois era a segunda vez que eu sentava ao seu lado. O barulho ao redor era perturbador, pois percebi que apesar de estar ao seu lado, o mundo não havia parado. Mas eu estava feliz! O almoço foi especial e, nem foi pelo cardápio, que nem era minha comida preferida. Descobri que o pouco me faz tão bem, me contento com o que pode me dá, me deixa zen seu meio sorriso e me esforço para ser o que quer. Pra ser feliz meia hora, uma hora, uma vida com você basta. Foi tão bom te ter por perto. E eu que sempre falo muito, fiquei em silêncio pra te ouvir. Não tem um dia que não penso em te ligar para que não me esqueça. Que raiva do ponteiro maior do relógio que por nada parava e acabava anunciando o fim do nosso momento, que se tornou eterno pra mim. Nada mais importaria no mundo, se naquele momento você me beijasse. E hoje, qualquer silêncio ou pausa é um convite para viajar no tempo, revivendo mental…

Ponto Final

Tenho pensado nas noites em claro que passei, nas olheiras e nas lágrimas em vão derramadas. Quantos sonhos perdidos por você, quantas coisas deixei de fazer. As dores de solidão por esse amor não correspondido. Meu coração andou despedaçado, sofrendo com sua rejeição. Durante tanto tempo, estava como um museu, de portas escancaradas, esperando sua visitação. Supliquei pelo seu amor, por um mísero abraço. Sujeitei-me a ser uma simples opção, aquela que você procura quando está a fim, que sabe que estará ali e depois deixa de lado como uma criança faz com o brinquedo, ao crescer. Quantas vezes o vi e você nem um “oi” me disse. Foi como se nem tivesse me conhecido um dia. Eu sentia um vazio, um silêncio sombrio, como numa madrugada de domingo. Tenho lembrado a importância que não me dava, das mensagens ignoradas, das desculpas esfarrapadas, do tempo que perdi imaginando você comigo e por vontade própria. Esperei ser um dia, ser o seu caminho de volta. Esqueci que podia ser feliz, ser bem…