Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Por inteiro

Estava solitário e distraído olhando o mar, pensando que ainda te quero comigo. Mas quero se você tiver vontade, se tiver coragem e se for pra vencer qualquer obstáculo que possa vir. Se você tiver bondade, se tiver verdade e se quiser me completar. Eu te quero pra mim, se quiser ser apreço. Se tiver disposto a ser começo, regado a loucura, abrigo, abraço, amasso e beijo.  Não quero te fazer subornos e não quero pela metade, nem dedicar as mais lindas canções, se você não tiver certeza. Quero-te com pressa e sem falsas promessas. Se quiser planejar, olhar as estrelas e viver ótimos dias, então venha, pois quero também.  Quero você por inteiro, quero só pra mim. Darei os melhores momentos, dedicarei minhas noites. Serei totalmente seu, basta querer. Pois quero te fazer feliz e que você me faça sorrir. Vamos dividir as tristezas e somar as alegrias. E vamos viver cada dia, como se fosse o único. Quero tudo isso, mas se você quiser. Permita-se e deixe o amor invadir sua vida, se entregue p…

Sobre o amor, o querer amar e as pessoas que não amam

"Socorro, alguém me dê um coração, que esse já não bate, nem apanha". Mais que nunca, o trecho de Arnaldo Antunes faz sentido. Eu que sempre gostei de ter o coração meio vagabundo, que se encantava fácil, bastava que alguém tratasse bem, estou sem paciência de conhecer gente. E olha que nunca fui de exigir o amor em troca, só queria uma história a toa, por menor que fosse, para não ter que lidar com o egoísmo da solidão. A questão é que as pessoas interessantes estão em extinção, não sirvo para esses relacionamentos contemporâneos. Essa forma de amor que inventaram no século da pressa, onde as pessoas estão sem imediatismo e exigências. Não adianta mais flores, mostrar que gosta e responder mensagem na hora, tem que deixar a coisas fluírem. Não sou desse que deixa acontecer, quero promessas cumpridas e quero pra ontem. E quando me recupero dos arranhões deixados pela última aventura, insisto em mais uma, até que desviem o caminho. E desviam, sem nem se preocupar em mandar um…

O que eu não disse

A gente se encontrou, você sorriu e me deu um abraço apertado e durante aqueles segundos, esqueci completamente que a meses não nos víamos. Fazia uns minutos, que estava sentado de frente pra você, com o corpo travado, pensando no que perguntar, o que contar e, temendo, o que ouvir. Seu sorriso desmonta meu temor, mesmo as palavras não sendo o que esperava. Se bem, que nem eu sabia o que queria escutar. É engraçado, voltar numa história, que até então estava encerrada. Depois de tantos desencontros, estamos aqui outra vez. Pelo visto, duas linhas não se cruzam à toa. Pena as nossas linhas serem tortas, a ponto de não formar uma história.  Mas se quer saber, foi bom te ver e enxergar o quanto amadureceu. Todo mundo tem seus medos, receios, entretanto vi que abriu mão de alguns, está se permitindo e isso é muito bacana, mesmo que não tenha sido por mim. Não podia te pedir pra ficar, se você não queria. Como aquele livro, que a gente leu, você determina se quer ficar ou não.  Na maioria da…

Reflexão de Papel

O menino nerd é apaixonado, desde a infância, pela menina linda e mais descolada da escola, entretanto ela não lhe dá bola, até que um dia (ou melhor, uma noite), ela precisa dele. Esse é basicamente o enredo central de "Cidades de Papel", porém como o filme é baseado no livro, de mesmo nome, de John Green, o enredo não é tão óbvio, com várias aventuras, mostra-se que é possível ser feliz mesmo com o coração partido, desde que se tenha amigos por perto. Com artifícios que nos fazem ansiar por saber o que vai acontecer e qual será o destino dos personagens, nos deixa a reflexão (confesso que o livro não me fez pensar nisso) de que passamos a vida sendo cautelosos demais e, talvez por isso, não corremos atrás realmente do que queremos. Esperamos, em vão, que as pessoas tomem as atitudes que queremos. E nos preocupamos tanto em ser o que o outro quer, sem consultá-lo se realmente quer. Como Quentin faz com Margo, indo atrás dela, sendo que em momento algum ela o quer (olha o spo…

Deixo você ir

Já quis muito aquele amor transformador, que me fizesse mudar atitudes, gostos e formas. Alguém que me tornasse assim e salvasse meus dias ruins. Até que conheci você, com o sorriso mais lindo, com um olhar incrível e aquele abraço aconchegante, entretanto nada disposto a me querer. Enquanto eu queria passar horas conversando, olhar a lua ao seu lado, você se esquivava e com outro ficava. Eu esperando seu casaco, para o meu frio aquecer e o seu coração, nem ao menos, pra bater no compasso do meu. Quis parar meu mundo, consertar esse coração remendado ao seu lado, entretanto você se esquivou, minha mão soltou e pela estrada se foi. E de repente, percebi o quanto errei em me contentar, com o pouco que me dá. De aceitar seu meio sorriso, quando você quer. Esse amor tão errado não quero. E eu sempre vou querer, mais do que pode e quer me dar. Por isso, agora te deixo ir. Chega de ir atrás, de aceitar essa situação, pode sair da minha vida e dos meus planos, os quais você não quis fazer pa…