Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Inspiração cinematográfica

Acabo de assistir “Qualquer gato vira-lata”, onde no final do filme o personagem de Malvino Salvador, batizado de Conrado, declara a mulher de sua vida que ao conhecê-la percebeu que todas suas teses e ideias sobre o amor estavam erradas, pois para amar não se têm regras. E até alguns meses atrás, diria que essa afirmação é errônea, porém percebi que o personagem realmente está certo. Depois de diversas tentativas mal sucedidas, de tantos “eu te amo” ditos, de ficadas frustradas, percebi que não existe pessoa certa, romance perfeito, sentimentos eternos. Hoje estou solteiro, sem esperar por um telefonema surpresa, sem uma companhia constante, acabo de ir ao cinema sozinho. Não corro mais desesperadamente atrás do tal do amor, que como já afirmei hoje sei que não dura eternamente. Aceito agora aquela história de “vamos curtir o momento, ver onde vai dar”, apesar de ainda achar que é desculpa para quem não quer um relacionamento sério e contínuo. Parei de imaginar – e buscar – uma pesso…

Ilusões Necessárias

Para muitos sou um romântico incorrigível, que espera ingenuamente pela tal sonhada alma gêmea, que nem sei mais se existe. Por tantas vezes achei que pudesse ter encontrado ou esbarrado com aquele amor visceral por aí. Já me apaixonei por um sorriso, já amei por um olhar, me entreguei por um mero abraço. Nasci para amar, para amar, ficar horas pensando no ser amado. Pessoas passaram pela minha vida, diversas tentativas que relutaram em erros, porém não em arrependimentos. Graças a esses amores que chegaram ao fim, hoje não creio mais que o amor dure eternamente, no entanto ainda questiono-me por quê. Ainda tenho diversas ilusões necessárias. Sonho com um amor que ligará incansavelmente ao dia, que me verá dormir, me narrará seu dia com pontos e vírgulas. Que me dará nem que seja uma rosa apenas, que fará sentir-me amado e respeitado. Desenhará corações pra mim. E eu dar-te-ei tudo em dobro. Sonho com um amor como o das novelas globais. Hoje é mais um doze de junho, estou solteiro, ma…

Tarde Demais

Talvez quando você estiver lendo essas palavras, eu já esteja em outros braços. Nos braços de alguém que soube me ouvir, me compreender e perceber minhas necessidades, sejam elas fúteis ou não. Resolvi seguir meu caminho, escrever um novo capítulo desse livro chamado destino. Cansei dos seus joguinhos, de uma vida preta e branca ao seu lado. É tarde demais para uma nova chance, esperança até pode ser a última que morre, entretanto uma hora morre. Nosso romance deu errado, não combinamos mais em nada. O amor se transformou em “oi”, “tudo bem” e outras “palavrinhas mágicas” que aprendemos na classe de alfabetização. Já é tarde demais para ligar, responder as perguntas soltas que ficaram no ar. Agora tenho alguém que segure minha mão, que impregnou em minha pele, mais do que você em um passado não tão distante. Seguimos cada um estradas diferentes, atalhos agora não serão bem vindos. É tarde pra debatermos os erros e até pra enumerar os pontos positivos. Não vejo o crepúsculo sozinho. Pa…

Inventor de amores

Quantas vezes acreditei que a pessoa certa entraria por essa porta?! E por conta dessa ansiedade, por diversas vezes inventei amores. Todas as noites desejei ouvir, antes de repousar, um sincero amo você! Cansei de uma felicidade repentina, cansei de ser uma folga na rotina, uma fuga, um parêntese. Quero ser protagonista de uma história de amor, da minha história de amor. Chega de breves romances, de ficadas sem futuro. Do que adiantou-me uma noite sexualmente proveitosa se ela não acabou no “bom dia”?!Não sei porque tantas vezes me iludi, por um olhar podia ter desistido. Tantos e-mail’s esperei respostas. Quantas vezes amei sem ter nada de volta?! Muitos sonham com uma vida financeira boa, mas eu não. Dinheiro paga o aluguel, o gás, a luz. São importantes sim, entretanto não será se não tivermos o amor. Ainda espero pelo verdadeiro amor, aquele com letra maiúscula. Que me faça declarações, tire meu sono, me faça rir – sem contar piadas – faça eu me sentir feliz apenas com um abraço.…