Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

O que ficou nas fotografias

Nas últimas semanas, por conta de um grupo no whatsapp, andei vendo fotos antigas e fiquei lembrando do mundo que eu via naquela época.  Comparei os sonhos novos com os antigos. E reparei no olhar. O olhar que ainda carrego, apesar de tantas mudanças, devidas as escolhas que fiz. Quando saí de escola, vi que tinha adquirido responsabilidades e, mais que isso, vi que agora eu tinha que lidar com cada consequência dos meus atos.  Percebi, vi e vivi pra ver que abaixar a cabeça não adianta. Ter fé é importante, porém ter confiança é tão importante quanto! Fechar os olhos e desejar que tudo que é ruim passe, não adianta. Sorri, para esconder a tristeza, como faço em muita dessas fotos, também não resolve nada. Encare os problemas e dores de frente. Isso é ser adulto. E outra, agir como um frágil, que chora toda vez que tropeça, não ajuda em nada. Dos adultos, ninguém tem pena. Portanto, aprendi a enxugar as lágrimas e ir a luta. O mundo não é feito só de belos dias de sol. As tempestades ta…

Janela

E aqui estou eu. Mais uma vez na janela, como se estivesse esperando por alguém, buscando uma direção. Sempre fui do tipo que se apaixona fácil. Por um simples olhar, por sorrisos e gentilezas. Então é melhor manter a distância. Dar um tempo nessas mensagens, parar de curtir suas inúmeras fotografias. Não espero mais uma ligação sua. Adianta ficar horas a fio, sair pra tomar um café contigo e te ver ir embora?! Ser feliz por apenas uns minutos, não quero mais. Pois por mais que eu conheça todos os sintomas do amor, sei de cor todos os hematomas que deixa. Cansa viver de lembranças que na verdade nem existiram. Hoje não quero mais me contentar com restos e implorar abraço, de quem me dá as costas. Contudo, peço que me deixe só. Vá ali e nem precisa voltar. Tenho medo de dar ré. Sou fraco o bastante pra não resistir a um afago. Já me flagrei pensando em você e isso não tinha que ocorrer. Até porque você não é daqueles que vai viver por mim. Portanto é melhor sair da janela, não ficar tã…