Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Para o amor futuro

Ao amor futuro peço, que me segure pela cintura, mas não me deixe sentir-se preso. Se eu quiser, voltarei. Que ele goste de conversar, mas que também me ouça sempre. Repare em mim e lembre do meu sorriso ao deitar, isso é um grande diferencial. Que esse amor fique ao meu lado, mesmo que seja em silêncio. Que segure minha mão, me abrace, mesmo com todos nos olhando. Que seja um amor que não tenho palavras, pra ser explicado. Que use um perfume só seu, para que eu não possa esquecer. A esse amor, peço também, que me escreva bilhetes, cartões, mesmo que não os entregue. Que ria comigo, mas que me leve a sério. Que deixe-me ser a coisa mais linda que já aconteceu em sua vida, entretanto não me trate como um troféu. Que não mude por mim e nem me faça mudar por ele. Pode ser bobo, mas não idiota. Pode ser misterioso, para eu poder desvendá-lo. Que não se preocupe, com o que vão dizer. Que esse amor, tenha paciência comigo. E que pelo menos tente, me deixar bem. E, principalmente, tente me f…

A tal da dor

Pedi ao tempo pra curar toda ferida que possivelmente ainda exista. Que minha memória esqueça as palavras ásperas e ações impensadas que me fizeste. Ainda lembro de todas as lágrimas que derramei, dos soluços que tive que abafar durante a madrugada e dos gritos que ficaram em silêncio dentro de mim. Mas aquele menino doce e fraco, que pisaram, cresceu. Hoje os cacos do meu coração não estão mais espalhados, eles se juntam e encaixam-se um ao outro, por isso não quero que aja rancor. Estou me libertando das coisas que me prendem ao passado, dos sentimentos ruins, não deixo mais que tirem meu sorriso do rosto. Hoje minhas dores são particulares, específicas e tão minhas. Dores essas que nem fazem mal, até porque lidar com a dor me faz sentir vivo. Fico pensando em tudo antes de dormir e vejo que erros são inevitáveis, por isso estou perdoando os seus. Nunca te odiei, porque, sinceramente, você me faz bem. Foi só uma dor. Uma dorzinha. Que está passando dia após dia. Página após página. …