Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Entre todas as coisas

Engraçado que quando te conheci, não foi óbvio que se tornaria inesquecível. Não foi desde o primeiro momento que imaginei que poderíamos ser um para outro. Não foi mágico o primeiro olhar, como nos filmes, muito menos romântico, até te achei estranho. Porém aos poucos, estou gostando de você. Meu coração acelera quando te abraço e fico vermelho, quando nosso olhar se cruza. Gosto do seu bom humor, da timidez quando te elogio. E assim brincando, a paixão despertou e me controlo para um beijo não roubar. Você mal sabe, mas tenho sonhado contigo, todas as noites. E seus detalhes, já sei de cor.  Sei que é tudo muito complicado, novo pra você. Existem muitos "ses" pra saber se existe nós. Não caibo na sua história. Que vontade em te pedir pra ficar, te ligar de madrugada, todavia não devo. Melhor deixar na amizade, quero evitar cicatriz que pode demorar se curar. Não é saudável esperar seu resgate, afinal não parece querer me acompanhar, mesmo diante do velho clichê "se não …

Você pra sempre

Estou pensando em você e em como, gostaria de te ver. Ouvir sobre as coisas dos seus dias e elogiar seu sorriso. Fecho os olhos e te encontro, dos meus pensamentos é dono. Gosto de ouvir as canções que envia, mesmo sendo de um estilo, que não curto. E, hoje, mais que nunca só precisava te ver, olhar em seus olhos, pra ficar em paz e acreditar que dias melhores virão.  Sei que de vez em quando, proponho a mim te esquecer. E afasto-me, porém a verdade é que se eu tivesse um tipo de amuleto, te faria meu, para o resto da vida. E no momento, só queria sentir seu abraço. É como se hoje fosse um dia muito frio e só o seu casaco servisse. Engraçado ter a sensação de que por poucos minutos, talvez, eu te fizesse ficar. Acreditava em nós com total crendice. E almejava ser o primeiro a dar parabéns, quando o relógio virasse meia noite, te dar força nos dias ruins e elogiar o seu sorriso. A verdade é que queria estar aí, sempre que precisasse e queria que tivesse aqui, da mesma forma. Enfim, queria…

A diferença pede licença

Consideramos justa toda forma de amor, assim escreveu Lulu Santos. Não Lulu, alguns não consideram. Não sou do tipo que levanta bandeiras, expõe opiniões, devido o fato de acreditar que cada um tem a sua e não cabe a ninguém, julgar a opinião alheia. Entretanto tem dois dias que o comercial da empresa Boticário vem gerando polêmica, por conta de nele ter sido inserido casais homossexuais trocando presentes, pelo dia dos namorados.  O retrocesso começou, pois comerciais, novelas e obras abertas, não são mais livres para exibirem o que desejam. Pessoas criam e não podem ver suas ideias no ar, devido a censura mesquinha e regada de clichês dos "humanos". Enquanto, vocês viam, naquela propaganda, pessoas do mesmo sexo se relacionando, eu via a celebração do amor. O amor que está tão em falta nos nossos dias, por conta de tanta tragédia, violência, corrupção. No noticiário, até o futebol que era sinônimo de alegria, vem desapontando com suas irregularidades. Os jornais, que lemos,…