Sobre o amor...

Agora eu já sei (Ivete Sangalo)


Duvidava, não entendia

Quando alguem me falou
Suspirava de agonia
Pra sentir esse amor

Tempo mestre de todas
Horas e dia
Passou sem ver
Te amar de verdade
Sentir saudade
Mas so de você So de você

Agora já sei
Quando falta a respiração
É a prova que o coração
Já não sabe mais 
Viver sem você

Agora já sei
Que me falta sempre a razão
Traduzir melhor a emoção
Por que trago aqui
Bem dentro de mim


É esse verdadeiro amor que procuro. Por conta dessa busca, já quebrei muito a cara, já meti os pés pelas mãos. Disse muito “eu te amo” errôneos. Mas faz parte do jogo. “Ama todo mundo”, “volúvel”, “gosta fácil demais”, já falaram tudo isso de mim... Se me incomodo?! Claro que não! Amei muito sim (e que bom que eu amo ainda nos dias de hoje) e não me arrependo, pois a todos que disse essa frase acreditava que esse era o sentimento, durante todos esses anos (talvez até hoje) acreditava que aquele tremor, aquela ansiedade, o pensamento inconstante era o amor. Não deu certo!? Tudo bem, assim é a vida. Foi bom enquanto durou, enquanto existiu amor, paixão, tesão, atração... já nem sei mais. Só sei que não desisto. Ainda procuro o amor que nunca encontrei, o verdadeiro amor que não vivenciei. A pessoa certa (ou a pessoa errada como diria Luiz Fernando Veríssimo) existe e um dia vamos nos encontrar. E sentirei todos aqueles sintomas, como o tremor, frio e calor ao mesmo tempo, borboletas no estômago...


 “Um dia virá meu verdadeiro amor”

Comentários

Primo...Saudades!

Dias difíceis.

Quem sabe melhora.

Amo vc.

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver