Entre o era uma vez e os felizes para sempre...

Andei como sempre, pensando sobre o amor, na ânsia de encontrá-lo na próxima esquina, sentado a minha espera, onde seremos o casal principal e não apenas meros figurantes.
E nessa reflexão pude ver que esse tal amor não começará no "Era uma vez...", não será ao primeiro olhar como na novela das oito. O amor acontecerá no decorrer dos dias, através dos sorrisos, das doces palavras, dos abraços no momento certo. Do apoio, das conversas, até lágrimas que derramaremos juntos.
Depois de tantas aventuras, tantos enredos, enfim enxerguei que o amor não é feito de apenas um beijo, de palavras idiotas e de gestos imaturos. O amor irá surgir como um acorde de uma canção, onde os versos narra cada instante do nosso enlace.
E o mais importante é que pude enxergar também que esse amor não acabará quando o narrador anunciar o "felizes para sempre", ele irá além disso, pois amar é deixar tudo para trás, é se jogar no abismo, afinal quem estará lá embaixo não será o príncipe encantado e sim o verdadeiro amor, que nos dará a coragem que nem nós mesmo sabíamos que existia!

Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar
As flores que me manda são fato
Do nosso cuidado e entrega
Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão
Meu corpo sem o seu é uma parte
Seria o acaso e não sorte
(Ainda Bem - Vanessa da Mata)

Comentários

Até que enfim!!!!
Aleluia...Senhor!
Graças...Você enxergou isso...kkkk

Brincadeirinha...Te amo!

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim