ECLIPSE

É mais uma madrugada fria e as lágrimas em meus olhos caem como uma cachoeira. Da janela vejo o céu e, em pensamento, fico remoendo todas as tramas vividas. Os amores que não obtiveram sucesso. Até que o céu anuncia que o eclipse acontecerá. O sol e a lua se unirão e serão apenas um. Nessa hora bate o “insight”. Percebo onde está o erro (talvez né?!)

No amor tem que se ter a junção do sol com a lua, por isso, desde que o mundo é mundo, dizem que os opostos se atraem. Do que adianta, eu encontrar o “sol” alegre, vivo, se eu também for como esse sol, ou seja, não teremos o diferencial. Não temos a sombra, a calma e a beleza que toda lua traz. Ainda não encontrei minha lua, o eclipse ainda não ocorreu em minha vida. Mas espero pacientemente esse momento chegar, pois a diferença relacionamentos anteriores é essa, hoje não tenho mais pressa de amar.

Sinto sua falta na beira da estrada pra ver o sol
nascer, e continuar
Sigo, sei que ainda encontro o caminho, destino me
traz você, me traz você

(Trilhos Fortes – Claudia Leitte)

Comentários

Mariana Romão disse…
"Os opostos de distraem e os dispostos de atraem"

Não sei se necessariamente os opostos é que dão certo, acho que só precisa existir amor (verdadeiro) de ambos os lados e aí não importa se são opostos ou iguais. Beijos.
Que lindo primo!
Adorei....

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver