Dica de um velho sábio

Ela sentou na esquina, esperando seu verdadeiro amor chegar. Assistia a todos passar, com o olhar apurado e o sensor de crítica ligado. Via através de cada olhar todas as qualidades e defeitos, pelo menos assim pensava ela. Há cada aproximação, um novo papo sobre gestos, gostos, ídolos, cores, tudo isso ela questionava. Aquele dito de que os opostos se atraem, para ela era mentira. Jamais queria alguém com preferências tão opostas a dela. E todo aquele descontraído papo, que era de aproximação, vira quase uma entrevista coletiva. A setença final sempre era a mesma. Alguns candidatos ao cargo de amor, até passavam nessa parte oral, mas na prática do dia a dia, duravam apenas dias, semanas, meses. Logo ela tinha mais uma desilusão. Depois de mais uma dor, mais uma cicatriz para carregar consigo, ela iniciava novamente o roteiro chamado de vida, de busca.
Até que depois de tantos anos, ela sentada como sempre esperando o verdadeiro amor finalmente chegar, um sábio lhe encontrou e falou a ela, não aquilo que a mesma queria ouvir, não o que todos diziam a ela. O sábio lhe falou para não esperar por nada, pois o que estava reservado a ela, cedo ou tarde, mas na hora certa, iria aparecer. Disse ainda que ela tinha que rever suas atitudes, seus conceitos, aceitar os outros como são, pois ninguém é perfeito. Que não adiantaria também ela querer achar o amor ideal para exibir a todos, fingindo ser a pessoa mais feliz do universo, se dentro de sua alma ela continuava chorando. Assim como ela chora todos esses dias, sem que ninguém veja isso.
Muitas coisas ainda ficaram em dúvida para ela, pois o sábio logo foi embora. Mas o mesmo já lhe fez um enorme favor, afinal ela precisava saber que o príncipe que vê nos filmes e novelas não existe, ou melhor, ele até pode existir, mas terá defeitos também e até mesmo poderá estar na pele de um plebeu, do bobo da corte ou até de um ogro, caberá a ela então reconhecer a alma nobre dele. Nessa hora, então, ele encontrará o amor verdadeiro, duradouro e assim sua felicidade.

"Sorri de menos e assusta. Tão injusta. Precisa abrir a janela. A vida é colorida e bela"
(Colorida e Bela - Pedro Mariano)

Comentários

Feliz demais por este sábio ter passado...
Já estava na hora "dela" ser feliz de verdade, com pessoas de verdade.
Beijos!
Amo vc!
Tayane Scott disse…
Esse sábio já tentou passar na minha vida algumas vezes, mas acho que não dei ouvidos a ele. É difícil, muito difícil esperar. Já estou na fila há 22 anos e não importa o que eu faça, nem o príncipe e nem o bobo da corte aparecem para me fazer uma visitinha. Mas eu continuo esperando. Um dia ele há de chegar.

Como sempre um texto perfeito né? Nem tenho o que dizer quando passo aqui. Sempre as palavras certas, super bem colocadas...adorei!

Beijooos
Mariana Romão disse…
Acho que não existe uma "perfeição universal", mas quando a gente ama esse alguém sempre parece perfeito, pelo menos no início.

Os pré-conceitos embutidos na nossa mente fazem com que queiramos escolher um tipo físico A ou B, uma determinada classe social ou grau de instrução... Mas às vezes a gente se esquece de tudo isso e se deixa levar e ouvimos os conselhos do sábio.
Biia (: disse…
[aaaaaa] adorei o texto amor ! São todos sempre Perfeitos ! *-*
Aprendo sempre cmg ! s2s2'

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim