Tempo perdido

Hoje não adianta ouvir as coisas que há tempos atrás fariam diferença. São frases ditas na hora errada. E atitudes tomadas tarde demais. Num passado não tão distante, suas palavras foram como duras pedras que me deixaram marcas que não saram mais. Você me deixou com tantas perguntas sem respostas. Foi tempo perdido acreditar que contigo o mundo seria diferente. Não consigo fingir que nada aconteceu. Superei sim, virei a página, mas não dá pra simplesmente falar oi, depois de tudo que foi "vivido". Durante meses rezava ouvir pelo menos um "te adoro" e nada. Hoje, que aprendi viver sem ti, nem bom dia quero escutar. Não temos mais compromisso, então não fale por aí do que desbotou. Não restou amor, nem compreensão, paixão ou puro tesão. És uma vaga lembrança, que tinha virado história. Entretanto hoje você me "escreve" as coisas que eu sonho "ouvir". Apresenta um eu diferente, como se fosse uma nova trama se iniciando e eu, apesar de ter certeza do que quero e penso, perco meu tempo pensando, confesso que as lágrimas caem e agora estou aqui sentado escrevendo tudo que eu queria dizer apenas por escrever, pois aprendi - com você mesmo - que as palavras ferem demais, mais do que socos e tapas, então nunca ouvirá - a não ser que por acaso do destino, você venha até aqui, mas nunca veio, por que hoje seria a primeira vez - isso de mim. Não cometerei os erros que cometeu... até por que será tempo perdido, pois não acredito que as pessoas podem mudar, ninguém muda por ninguém. As pessoas se adaptam e, desculpe, mas não sou uma delas. Sou quem eu sou e nada me fará mudar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver