O que eu amo

Uma nova semana iniciou. Os ponteiros do relógio continuam andando, afinal o tempo não parou. Até a chuva já passou. Descobri que posso seguir em frente, que dá pra viver sem alguém ao meu lado.
Sou só, não cem por cento feliz, mas pelo menos oitenta e cinco por cento. Apesar de todas as dores, orgulho-me das histórias vividas. Adoro as lembranças em minha mente. Amo meus retratos, meus recadinhos guardados. Amo meus livros, que leio e releio, meus cd's e dvd's que são companhia constante na solidão do quarto. Adoro ver meus filmes. Descobri que adoro ver a vista, o céu azul. Pensar olhando o mar. Tenho pessoas queridas e importantes que valem mais do que qualquer coisa, pois a minha maior riqueza, hoje, são meus amigos.
Posso afirmar que amo estar bem. A vida me passa rasteiras enormes, dou vários tropeços, por vezes, chego a cair, mas depois de tanto tempo, enxerguei que eu sempre vou levantar. Cabe sempre a mim, somente a mim, pegar uma nova folha em branco e dar continuidade ao destino. E percebi que quero sim ter uma vida com dramas, comédia, suspense, amor. Quero tudo que eu puder, pois independente de qualquer sofrimento, qualquer dor que por hora parece que não vai passar, o que eu amo é viver.



Comentários

Biiia {: disse…
ah lindo como sempre ! *-*
Mariana Romão disse…
A gente às vezes se esquece disso, mas viver é mto bom mesmo!

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver