Discurso sobre a vida

“A vida é assim, não vem com manual”. Pelo visto esse é um segredo que até a Sandy já descobriu. Seria fácil se pudéssemos prever tudo que a vida nos reserva. Já pensou não sofrer, não cair nos percursos do caminho. Sempre acreditei que viver é arriscar. Nunca tive medo de dar um passo, arriscar é um verbo que sempre conjuguei. Mesmo sem saber o que estava em meu destino. A vida não é simples – se nem a da Sandy é, imagine a minha – mas é necessário vivê-la intensamente. A gente se acostuma a arrumar desculpas prontas para situações do dia a dia só não termos um manual de instruções. Quem omite suas opiniões, se deixar levar pelos outros, fica em casa em um sábado a noite por não ter companhia está morrendo lentamente. A vida é uma só. Não sei qual é o sentido dela, ainda não descobri. Claro que antes de qualquer passo dado, temos que refletir, pesar os prós e contras, afinal não a como voltar atrás. Nunca apagaremos o que foi feito. Quem dera tivéssemos o poder de uma borracha para isso. Problemas, tristezas, frustrações todos temos, pois como canta Chorão (da banda Charlie Brow Jr.) “E a gente se pergunta por que a vida é assim, é difícil pra você e é difícil pra mim”. Só sei que difícil ou não, ela tem que seguir em frente. Com o amadurecimento natural do tempo, cheguei à conclusão que hoje posso não ter tudo que desejo, posso não levar a vida que sonho, mas amo tudo que alcancei, amo a vida que tenho.

Comentários

Thaís disse…
e no final,'só perde quem não corre atras quem não joga o jogo por ter medo de errar'
Greice Vieira disse…
Pois é, se viesse com manual seria fácil de mais. Sem cor; graça; melodia... =/
Adorei o post, Del! Vê se me visita também! rs'
Beijos com saudades.

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim