Mais uma página

Foi mais um ano, mais uma página nessa aventura chamada de vida. O tempo não apaga o foi dito, nem o que foi vivido. Não sou do tipo de pessoa, que traço metas num pedaço de papel e nessa data analisa o que foi realizado ou não. Tenho sim objetivos e luto por eles periodicamente. Tive tropeços, o coração segue com algumas perfurações, mas sem resíduos de mágoas. Tudo foi superado, afinal o ano acabou. O “agora” é uma folha e m branco, escreverei novos instantes, serão outros odores, outras alegrias e até alguns dissabores, entretanto tudo será novo de novo.

Por aqui, nesse findado ano, novas pessoas passaram, algumas fincaram raízes, outras não chegaram nem a ser mais que meros figurantes, algumas tiveram atuações de coadjuvantes, porém logo se foram. Velhos conhecidos conquistaram espaço maior e outros simplesmente se afastaram, devido ao tal do tempo, que queira ou não, passa para todos nós. Carregarei em minha bagagem diversos acontecimentos, uns já fazem parte do mero esquecimento, outros ficaram perdidos numa velha gaveta, a mesma em que já deixei o amor pela vida e o calor das pessoas. Tenho mais um ano pra viver, é uma nova oportunidade de consertar erros inadmissíveis, de – quem sabe – repetir o que foi bom. E reescrever o que não teve um fim. Pena que tudo que se escreve no livro da vida não se apaga. Nem borracha, nem corretivo, pode apagar o que se fez, nem mesmo aquilo que o vento já levou. Ainda tenho sonhos, quero encontrar a diferença, quero entrar pela porta da felicidade, se tudo será nesse novo ano, não sei, porém tenho certeza que melhor que o anterior será, pois a intenção do ser humano é sempre progredir.

E se o tal do mundo acabar?! Partirei sabendo que fiz minha parte, o que estava ao meu alcance foi concluindo com sucesso. Mesmo nas tramas em que não obtive êxito, sai com a sensação de ter valido a pena. Não tenho nem mais que discorrer, pois a vida da gente, nem sempre se inicia do ponto do queremos, as decisões estão em nossas mãos, mas os caminhos que nos levam até eles por diversas vezes segue conforme o fluxo. Mas enquanto viver, sempre terá mais uma página a se escrita, afinal um novo dia amanhecerá e caberá a nós o rumo que ele tomará, para assim ser feliz enfim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver