Gostar de quem gosta de mim.

Tive a impressão de ter ouvido o som da sua voz e isso me remeteu a diversas recordações. Sempre acreditei que podíamos dar certo, que você era a tão fadada alma gêmea. Porém me equivoquei, você não quis me acompanhar pelo ardo caminho da vida. Mas não esqueço de tudo que foi vivido. Nosso primeiro beijo, os abraços carinhosos, entretanto também vem as lembranças ruins. a descoberta das manias, perceber que estava - ou ainda está - gostando de um outro alguém. E alguém, que pelo visto não lhe dá o devido valor. Coloquei-me a sua disposição o tempo inteiro, pensava em ti, lhe procurava, queria te fazer feliz, mas até do que a mim mesmo. 
Agora sigo sem você. Livre pra escrever a história que sempre quis, com um final feliz. Nem sei como será não te mandar uma mensagem de "bom dia", não lembrar do seu sorriso, não escolher o tipo de filme que você prefere assistir. Mas talvez eu me acostume mais rápido ainda, talvez por hora perca a cabeça, porém depois esqueço. Afinal são coisas da vida. Ainda acredito no amor, sigo buscando a tal metade que vai me completar e, apesar da dor, já estou aberto a conhecer, a encontrar.  E assim ser feliz, gostando de quem gosta de mim. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim