Sempre por querer

Chego a conclusão que sempre sofro por querer tanto. Por estar disposto a investir em uma relação séria, duradoura, enquanto muitos querem curtição, aproveitar o momento, querem o carnal. Quero alguém que dê valor, que escute o que minha alma sente. Preciso de um beijo a mais, de um abrigo, de telefonemas, flores e bombons. Quero conhecer quem dará mais luz aos meus dias. Necessito ser louco por alguém e que esse alguém seja louco por mim. Vou além do que for preciso, pois quando estou perto do amor, estou bem mais perto de mim (já diria o Jota Quest). O amor move minhas ações, rege minhas emoções. Não quero mais relações passageiras, quero amar de janeiro a janeiro, com a mesma intensidade do verão no inverno. Quero alguém que segure minhas mãos quando eu tiver sonhos ruins. Mas sigo na espera, sei que no momento certo chegará e quando chegar darei e viverei todo amor que guardei. E serei feliz e, dessa vez, sem prazo de validade. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver