Delírios


·       Eu já devia saber que isso ia acontecer, desde primeiro segundo que te vi. Todo sentimento que veio junto com você era mentira. Nunca mais quero sentir isso de novo. Não quero mais perder o equilíbrio, não quero me apaixonar, nem me ver novamente em meio aos delírios do coração. Começo a ver que sou um problema, pois novamente sou eu quem está sofrendo por conta dessa tal paixão. Deito no chão duro e frio e tento montar o nosso quebra cabeça, para assim localizar a peça que faltou. As noites passaram ser mais longas, o celular toca e não corro mais pra atender, você mudou as regras de uma hora para outra. Agora que foi embora, fico com tantas perguntas rondando a mente. Chorei o caminho todo de volta para casa, e cheguei a conclusão de que a culpa é minha e de toda minha crença no amor, esse meu otimismo cego. Meu nome agora é só mais um na sua agenda telefônica. Cansei desses joguinhos obscuros, que até ontem confesso me faziam bem. Agora só me resta esperar por novos dias, sem vazio, sem tristeza. Sem você como um problema. Ontem foi a última vez que nos vimos e você me deu rosas, mas deixou que elas morressem tão rápido. Desculpa por ter me envolvido, por ter me entregado e por ter delirado tanto com esse romance. Agora é hora de abandonar aqueles sonhos sem fundamentos. E desligar essa última ligação, seguindo o percurso da minha vida sem clichês, sem amarras, sem dilemas e sem arestas para aparar.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim