Estrada

Por tanto tempo tenho esperado que note que sou a pessoa certa pra você. Ainda lembro que quando foi embora na estrada, sem nem olhar para trás. Tenho sobrevivido na espera de ainda viver ao seu lado, quanto desejei te ter pra mim. Fantasiei cenas na chuva, troca de beijos, declarações mais clichês na esperança de termos uma linda história digna do Oscar, de melhor roteiro, entretanto não saímos nem mesmo do cinema, filmes sem originalidade não ganham prêmio, histórias sem final então, nem chegam a concorrer. Tudo se acabou de  repente, o café esfriou, como o fogo que apaga com a chuva, não se pode insistir em lâmpada queimada. Fomos mais um caso entre tantos outros que ficaram no meio do caminho, não percorremos a longa estrada de mãos dadas. O que dói é ver que você trilhou uma estrada mais bonita, reconstruiu a vida sem deixar espaço para mim, colocou ao seu lado alguém que tem mais haver com você e apagou da mente, aquilo que ainda luto para esquecer. É minha vez de seguir em frente, de lembrar que a vida não é um conto de fadas, não posso comandar os desejos alheios. É hora de aprender que andar para trás é desperdício e que o melhor é seguir em frente e desatar todos os nós, afinal nada mais será como antes!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver