Amor melhor

Preciso de um amor, mas aquele que faça bem, que não traga tormentas. Preciso de um amor melhor, daqueles que vemos nas novelas, nos filmes. Estou precisando ser correspondido, precisando de alguém nem que seja ao menos por hoje. Mas pensando bem, o problema é a preguiça de procurar. Nem tenho mais paciência, pra deixar virar amor, de ser dele e ele ser meu. Atualmente, preciso de um amor simples, vasto, que só acalme. Dessa vez, quero um amor certinho, na medida certa. Nem muito, nem pouco. É, alguém me dê um amor melhor. 
Alguém que não brigue comigo, que me faça cafuné, me deseje bons sonhos, traga café na cama. Que não desista, que não me faça chorar. Chegou a hora de um amor, que não deixe hematomas, nem faça feridas, aceito no máximo um arranhãozinho. Quero alguém que me enlouqueça, me emudeça. Não ligue para os meus defeitos, escute minhas histórias, que só queria minha companhia. Que me diga eu te amo, mais que ao dizer, sinta, afinal dizer eu te amo é banal, mas sentir o amor não é. Que esse amor perfeito, venha depressa. E que quando, entrar por essa porta, fique tempo suficiente para me fazer bem. Que faças as paixões anteriores, serem apenas uma diversão do passado. Quero aquele amor que me provoque o frio na barriga, ansiedade a cada encontro. Se vai acontecer ou não sei lá, se vai dar certo, só o tempo poderá dizer. O que mais quero é fazer o outro a pessoa mais feliz do mundo, podendo assim ser a pessoa mais feliz do mundo também. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Milhões de vezes

As coisas que nunca te disse

Eu amei te ver