Crime

Não queria admitir o óbvio, mas parece que você me quer disponível para quando também estiver. Percebeu que perdi a razão e deixei o coração sonhar. Que desamarrei os sapatos e a armadura, ao olhar teus olhos. A verdade é que sinto uma esperança na fantasia mentirosa que criou. Vive me aparando as arestas, podando e regando enquanto vai e eu quero mais. Não quero mais as migalhas que pode oferecer. É como se o tempo fosse abrir seus caminhos e você quisesse me encontrar no fim do túnel. Desculpe, mas não dá. Não consigo mais ficar esperando minha vez, enquanto é outro alguém que recebe seu bilhete de bom dia. Não dá pra eu ficar parado te esperando pra viver. Não posso ficar esperando uma decisão sua. É muito utópico esse clichê de que é bom amar e ser amado, não importa o tempo que demorar. Como se cedo ou tarde o amor vai acontecer e que a espera vale a pena, pura quimera. Vejo você cheio de medo de querer arriscar e eu num labirinto sem fim, me sinto até na “Caverna do dragão”, que dá voltas e voltas e nunca acha a saída. Mas quero sair, quero liberdade. Essa promessa silenciosa de que um dia vai ser meu e que um dia vou deixar de ser um tanto faz na sua agenda do celular, não vai mais me aprisionar. Você não é mais o crime que compensa.
Eu calo meu sentimento e sufoco o coração. Digo que sinto a tua falta e em troca recebo uns emojis apáticos que dizem verdades de plástico. E me perco sozinho no meu próprio querer e acreditando que um dia deixará tudo pra trás, abandonando quem passou a noite contigo. Eu não fui sorte suficiente para ser escolhido e já não sou tão novo para acreditar em contos de fadas. Não vou mais reservar o que tenho a oferecer para outra pessoa, que vai aproveitar mais a estadia. Meus planos e seu caos não cabem no mesmo espaço, então paciência. Não estarei mais aqui para quando quiser, cumprindo uma sentença e isso não pode mais ser um problema meu e sim seu, que perdeu a chance de conhecer minha alma que encanta a todos. Esperar você perceber que sou eu, é estar disponível até você se cansar de dar voltas, acreditando que pode ter tudo na hora que quer.
Esperar por um amor só é lindo na ficção. Na vida real, o significado é outro. Fico me sentindo um masoquista, que se contenta em ser machucado, só porque no fim ganha um afago. Um beijinho, um abraço me contentava e uma mensagem de saudades servia. Mas de ti já não espero mais nada, nem um aperto de mãos acompanhado por de boa sorte. Você é o erro que não quero mais cometer, chega de achar que só preso a você, tenho liberdade. Meu coração cansou de levar tombos e bateu em retirada, devido o teu descaso. Não estou mais ao alcance, vulnerável, esperando seu casaco aquecer meu inverno. Levo somente a saudade daquilo que a gente não viveu e a vontade de você debaixo do meu cobertor. Mas isso passa em alguns dias, semanas, meses, até anos, porém passa. Chega de te fazer convites, de mandar mensagem quando toca aquela música que é nossa trilha, de lhe dedicar meus textos ou de parar onde sei que é seu caminho, pois o teu silêncio a tudo isso, agora incomoda demais. Não fico mais preso ao teu sorriso e nem me rendo ao teu olhar. Fique com Deus, com os teus medos, dúvidas e desculpas, pois comigo tu não fica mais. Acabou o que nem começou. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sou de gêmeos

Está demorando eu te esquecer

Antes do fim